sábado, 1 de fevereiro de 2014

É perigoso despertar as pessoas dos seus sonhos!

♥ | via Tumblr

"Impeça alguém de me acordar, realidade é melhor sonhar! ♫"


Eu quero que você não pense em nada triste. Tente ficar feliz. Queira ficar feliz. Queira ficar comigo. Queira ficar. Permita-se. Permita-me.

Batimentos por segundo, quilômetros por hora. Rasque o verbo, quebre os limites, derrube os muros que te prendem às memórias que te cansam e consomem. Você é mais forte do que isso. Você é mais. Mais do que eu sempre quis. Oceano de águas paradas. Das quedas que eu provei, a melhor. Tente entender  o que significa continuar mergulhando, mesmo sem saber nadar,  só pelo prazer das tuas mãos percorrendo o meu corpo e dos teus beijos me devolvendo a vida. Tente entender que não há escolha, caminho ou vento certo que me impeça de querer voltar, sempre, ao mesmo lugar: teu quarto, no calor do teu abraço, querendo, o tempo todo, um pouco mais de nós dois.

Que a vida passe, que o mundo acabe. Envelheça comigo. Continue sendo a minha única possibilidade de paz, o meu único sonho nas noites em que a insônia me convence que o céu faz tudo ficar infinito. Continue, sempre, usando as palavras certas nos momentos errados e salvando o que sobrou de nós somente quando está prestes a me perder para sempre, ou só até o entardecer, quando a noite cai de alturas impossíveis e nós, dançando à beira do abismo, rimos desse absurdo que é querermos ficar juntos.

Não me olhe como quem não sabe o que quer, porque meu coração está pronto e disposto a convencer o teu. Se enxergue com os meus olhos e entenda o porquê. De eu querer estar perto, fazer o bem, cuidar, ter pra sempre, sem que a posse o sufoque.

Não pense que é indiferença, mas, deitado aqui, te olhando, tão linda e confiante no teu discurso de quem já viu e viveu o inferno, só consigo pensar em quanto tempo vou levar pra lamber o sal dos teus ombros largos e desejar a tua mão me levando pra perto, mais perto. 

Entra em mim. Deixa o resto pra amanhã, ou depois. Tanto faz se depois for nunca mais.

Você prefere sonhar algo bom ou viver uma realidade triste?

Sonhar não custa tanto assim, custa?

Texto Por: Paulo Matheus, 22, (grande) amigo, e mais mil qualidades, escritor que usa calculadamente as palavras pra mostrar o que nem você saberia como dizer, escreve no blog:  Desventuras em crônicas.

P.s: Esse texto é um dos meus preferidos!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário