sexta-feira, 8 de julho de 2011



Tenho medo já te contei numa noite, e as vezes o que eu mais preciso é de apoio, não que me rotule de louca, muito menos que concorde comigo porque me acha exagerada, eu sempre penso antes de falar e apesar das muitas coias terem sido a flor da pele, eu precisava e talvez você não entenda.


Não me culpe, se te conto meus dias, todos eles,de segunda a segunda. Alguns dias são espinhos e dois ou três são flores, não faça isso não me cale, eu quero falar, pra falar a verdade eu preciso de.


Não me force a falar, eu preciso que as coisas sejam sutis, eu preciso me sentir verdadeiramente ouvida.
Eu penso todo dia, amanhã vai ser diferente, é um novo dia. Sempre pode ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário